Nossa História

Julio Okubo, uma história que começou com uma pérola
A saga da família que se tornou marca de joias e sinônimo de pérolas no Brasil, está intimamente ligada a sua origem oriental.

Imigrantes japoneses, a família Okubo chegou ao Brasil em meados da década de 1920. Nesse período, Rosa Okubo, mãe de Júlio, trouxe a primeira pérola para o Brasil!

Rosa abriu sua própria joalheria e devido ao seu trabalho e determinação ficou conhecida como a “Rainha das Pérolas”.



Se a mãe tinha talento nato para o comércio, Julio, o único filho homem de D. Rosa, nasceu com a vocação para transformar metal e pedras preciosas em joias.


Além do rigor de caráter, outra característica marcante do povo japonês é a habilidade manual, o que justifica o seu pendor artístico. Para os japoneses, toda arte é caminho para o equilíbrio e a paz interior. Para Julio, a arte vêm da busca da perfeição, do trabalho árduo que revela a beleza e o brilho das joias.

Ainda adolescente, Júlio começou a trabalhar com joias tendo como objetivo abrir um atelier de joias. Seu objetivo era criar peças próprias e exclusivas, principalmente com as pérolas vindas do Japão.

"Quando me sentei pela primeira vez numa bancada de joalheiro, foi como se tivesse encontrado meu lugar neste mundo. Era aquilo mesmo o que eu gostaria de passar a vida fazendo. Soldar, cravar, polir, dar forma as joias, para mim era algo natural”, relembra sorrindo. Sem alegria no coração não se faz um boa joia”, afirma Julio.

Em 1952 Julio se casou com Stella Akachi.


"Completamos 60 anos de casados com muito amor, amizade, solidariedade e companheirismo. Fomos e somos muito felizes!”, ressalta Stella com orgulho.

Em 1965, Julio tomou a iniciativa de trilhar seu próprio caminho, nascia a Julio Okubo Joias.

O comando dos negócios está na mão de seu filho Julinho, como é carinhosamente chamado por colegas do ramo joalheiro. “Nossa preocupação nunca foi sermos os maiores ou os mais arrojados, mas sim fazer aquilo que sabemos fazer bem feito: trabalhar, criando joias com design exclusivo e qualidade impecável”, afirma.

Julio Okubo ainda faz questão de passar diariamente pelo atelier e escolher os pares de pérolas que formarão os brincos que levam sua marca. “É um vício, eu vejo uma pérola do lado da outra e já me pego analisando se elas combinam perfeitamente...